domingo, 7 de agosto de 2011

O Mundo Mágico de Ozzy


Bom atendendo á pedidos de um seguidor fiel...rsrsr aqui deste blog- Mr. Matheus... falarei de Ozzy Osbourne... Simplesmente porque ele é considerado o Pai do Heavy Metal, ou Príncipe das Trevas em Gênero, atitude, drogas e grau de escândalos escabrosos - coisa típica nesse mundo de horrores do Heavy _. 

Mas pode-se dizer que Ozzy começou sua carreira tarde...com 20 anos...mas quem disse que isso significa alguma coisa? O que vale são as contribuições de comportamentos escandalosos regados a muita droga e álcool.
Sua carreira promissora iniciou com Black Sabbath em 1989 tendo em sua formação Anthony -Tomy Iommi (guitarra), Willian - Bill- Ward (bateria), John - Ozzy - Osbourne (vocais) e Terence - Geezer - Butler (baixo). Mas se engana quem acha que o ínicio foi fácil, sua carreira é permeada de altos e baixos. Não foi uma banda que fez sucesso arrasador e continuou assim...muito pelo contrário, até por ser uma banda de Heavy Metal, que não soa bem em muitos ouvidos por aí afora e por ter como estigma o culto ao satanismo, entre outras coisas ruins do gênero.
Mas o ápice de sua carreira solo foi com a famosa aparição de um morcego no palco jogado por digamos assim , um fã??? o que rendeu uma arrancada de cabeça á mordidas do cadáver do bichinho em questão, isso mesmo...ele arrancou a cabeça do bicho á dentadas - pensando que era de borracha (ao menos foi isso que alegou), mas acredito que deveria estar regado á muito álcool e derivados...rsrsrs Fato que quase lhe levou a morte e lhe rendeu uma publicidade ruim, pra alguns, mas que acabou rendendo seguidores devotos. E rendeu Publicidade.Fato. Mas sua vida foi cercada de problemas sérios, acusações de incitação ao suicídio, processos, enfim, uma vida  típicamente Heavy.  Teve também álbuns considerados medíocres pela crítica , fãs e até por ele mesmo.
Ai passarinho Cuidado pra não perder a cabeça...
Sua tentativa de mudanças pessoais e luta contra o alcolismo renderam o álbum "No More Tears" cheio de músicas e letras autobiográficas como  “Mama, I'm Coming Home” ( gosto dessa e No more tears) renderam-lhe o Grammy de melhor música para “I Don't Want to Change the World”.
Em 1996 criou até um Festival em seu nome chamado de OzzyFest... bacana não??? Tem seu nome na calçada da fama, em 2007 foi eleito o maior ícone da música, no ano seguinte foi coroado como lenda viva do Rock...e com certeza não vai parar por aí...o Pai do Rock , já avô, pelo jeito está longe de se aposentar...

O interessante é que gostar de Ozzy ainda causa estranhamentos... sinônimo de má conduta e coisas do gênero...digo isso, por ter tido conhecimento hoje via face, sobre a matéria de um garoto que foi discriminado em uma escola do interior pelo simples fato de ter um gosto musical apurado , ou seja, seu crime:gostar de rock pesado, e  na lista de bandas preferidas do garoto estava nada mais nada menos que Ozzy.      ( quem quiser ver a matéria  com mais profundidade acesse o link : http://noticias.uol.com.br/educacao/2011/08/04/caso-do-menino-roqueiro-causa-polemica-e-divide-opinioes-no-interior-de-sp.jhtm)  Ridículo neh???


Bom q tal No More Tears??



Mamma I'm Coming Home


Black Sabbath - Paranoid