sexta-feira, 10 de maio de 2013

Músicas que inspiram...

É...       e a vida continua...        voltando á jornada depois de um longo tempo distante meio mal por tudo que tem acontecido na música. Gente boa se vai... e cada vez mais valorizam-se sonoridades ( que nem sei se podemos chamar assim), que nada acrescentam em qualidade sonora , nada acrescentam em letras, se é que podemos chamar de letras certas "coisas" que são lançadas mídia afora. Mas recusando-me á continuar dando crédito para isso, resolvi destacar hoje letras da nossa valiosa MPB, que considero magistrais, verdadeiros poemas sonoros.


Começarei pelo Mestre Djavan... escuta só... poema desde o nome da música: Pétala...



Por ser exato
O amor não cabe em si
Por ser encantado
O amor revela-se
Por ser amor
Invade e
Fim.
 
 

E a gente pode até falar de homem safado com classe...Maria Rita Aqui com  Cara Valente...mas no fundo ele não é de nada... rsrs 
 
 
 
Foi escolher o mal-me-quer
Entre o amor de uma mulher
E as certezas do caminho
Ele não pôde se entregar
E agora vai ter de pagar
Com o coração
Olha lá!
Ele não é feliz
Sempre diz
Que é do tipo Cara Valente
Mas veja só
A gente sabe...
 
 
Ana Carolina também ...tem letras mesmo loucas,  esplendorosas...foi difícil escolher uma...mas aqui vou de Uma louca Tempestade
 
 
 
Eu quero ser uma tarde gris
Quero que a chuva corra sobre o rio
O rio que por ruas corre em mim
As águas que me querem levar tão longe
Tão longe que me façam esquecer
De ti...
 
Divinamente Teatro Mágico é um poema á cada canção. Cada letra e cada música falam por si só...Aqui com Na Varanda 
 
 
 
E a noite vem
Sendo o descanso do sol
E a ponte vem
Sendo a distancia de quem tá só
Um sol
Com a cabeça na lua
A lua que gira, que gira, que gira , girassol...
 
 
Outro consagrado entre os Mestres...um letrista "espetaculoso", que esbanja brilhantismo rsrs
é Lenine ... aqui com O Silêncio das Estrelas.



Solidão, o silêncio das estrelas, a ilusão
Eu pensei que tinha o mundo em minhas mãos
Como um deus e amanheço mortal
 
 
Temos  preciosidades...outra delas Jorge Vercilo ... aqui com Fênix ! Perfeita!
 
 
 
Céus!
Conheci os céus
Pelos olhos seus
Véu de contemplação...
Deus!
Condenado eu fui
A forjar o amor
No aço do rancor
E a transpor as leis
Mesquinhas dos mortais...
 
 
 
Gente alfabetizada e culta é com certeza uma pedida muito melhor em qualquer rádio!!!!Fala sério!!!!Poema Sonoro Puro E Legítimo!!!
 
...Valeu galera...voltando com tudo!!!Precisava de Inspiração e com certeza essas músicas me inspiram... 
 
Abraço!